Planeamento geral da Rampa Oeste do aeroporto de Munique

Contrato: Planeamento geral da construção subterrânea e construção do tecto para a Rampa Oeste do aeroporto de Munique (obras de engenharia civil, infraestruturas de transporte, engenharia estrutural, equipamento técnico e logística de estaleiro).

Informações básicas

Com mais de 42 milhões de passageiros por ano (2016), o aeroporto de Munique é considerado um dos maiores cubos de tráfego aereo na Europa. Com a construção de um novo cais no Terminal 1, a Flughafen München GmbH (FMG) pretende criar portas de embarque adicionais para aeronaves de fuselagem larga, melhorar a funcionalidade do terminal e melhorar a eficácia no embarque de passageiros, aumentando, desda forma, ainda mais a atratividade do aeroporto de Munique. Para isso, será construido um anexo novo em sentido oeste, assim como remodelada a Rampa Oeste no âmbito de um projeto de construção abrangente na parte norte do já existente Terminal 1. Um dos desafios específicos deste projeto é a sua realização sem interrupção das operações de voo e embarque nas rampas adjacentes.

Projeto

Para a ampliação do Terminal 1 é necessário demolir aprox. 120 000 m2 de áreas de betão e asfalto nas zonas existentes de operação de aeronaves na Rampa Oeste, onde posteriormente será criada uma nova configuração do pavimento, bem como as respetivas infraestruturas, em conformidade com as exigências futuras. O novo complexo terá portas de embarque para 6 aeronaves de fuselagem larga com o código E ou F, ou, opcionalmente, para 12 aeronaves com o código C.

A FMG encarregou o consórcio GAUFF GmbH & Co. Engineering KG e act-consult AG com o planeamento geral da Rampa Oeste do aeroporto de Munique.

A obra contempla a demolição e reconstrução das zonas existentes de operação de aeronaves. Com vista à reorganização do estacionamento das aeronaves na rampa, as zonas de operação serão construídas com uma nova configuaração de pavimento.

Devido à reorganização da rampa, a taxiway TWY C1, bem como as marcações de orientação na zona de reconstrução, devem ser adaptadas às novas condições da pista. As infraestruturas existentes (iluminação de pistas, iluminação da rampa, sistemas de atracagem, abastecimento de aeronaves, fornecimento de energia, eliminação de águas pluviais, residuais e combustíveis, abastecimento de água potável e de água para o sistema de combate a incêndios, rede de distribuição urbana de quente e frio, entre outros) devem ser adaptadas às novas condições e ligadas às infraestruturas adjacentes. De modo a preparar a construção da nova rampa e cais, devem ser implementadas as medidas de desmantelamento de prédios (entre outros a estação de equipamentos de rampa com cantina, pontes de embarque, salas de espera A/B Oeste e diversas estações de embarque, entre outros), áreas pavimentadas e instalações técnicas.

A realização da obra implica a exclusão do estaleiro da área de segurança do aeroporto. Para a instalação do estaleiro são necessárias várias medidas prévias relativamente ao acesso, tais como a construção de um posto de controlo, a deslocação temporária da via de serviço Norte e a travessia da mesma através de uma ponte provisória, para a ligação direta do estaleiro ao Nordring. O bom funcionamento da obra e do tráfego no estaleiro requer um planeamento extensivo em termos de logística, o que deve ser feito em coordenação com os departamentos correspondentes do aeroporto, sobretudo com o departamento de segurança do aeroporto.

Neste projeto, o consórcio GAUFF GmbH & Co. Engineering KG e act-consult AG colabora com a hansaconsult Ingenieurgesellschaft mbH, de Hamburgo, especializada em sistemas de abastecimento de aeronaves, e com a Logistik und Management Beratungs GmbH, de Berlim, especializada em logística aplicada à construção civil.

O projeto geral realiza-se, em parte, em simultâneo com as medidas de construção do novo cais e sem interrupção das operações de voo nas rampas adjacentes.

Serviços

Para o planeamento geral e específico das obras de engenharia civil, infraestruturas de transporte e equipamento técnico:

  • Levantamento de dados de base
  • Projeto preliminar
  • Planeamento de projeto e aprovação
  • Projeto de execução
  • Preparação da adjudicação
  • Gestão e fiscalização da obra
  • Supervisão e documentação do equipamento técnico

Outros serviços:

  • Logística do estaleiro, planeamento do estaleiro e planeamento das diferentes fases da obra