Estrada Port Gentil – Omboué

Contracto: Construção de estrada Port Gentil - Omboué

Contexto e projecto

Port Gentil, a segunda maior cidade e o centro da indústria do petróleo do país, é um dos portos mais importantes do Gabão. Actualmente, não há ligação rodoviária desenvolvida para o interior do país, a cidade só pode ser alcançada ou abastecida por avião ou barco. A construção da estrada será o primeiro passo para ligar Port Gentil com as áreas interiores. Desta forma, o transporte e o intercâmbio de mercadorias serão potenciados ou até mesmo se tornarão possíveis. As condições de vida dos moradores da nova estrada e dos habitantes de Port Gentil serão melhoradas. Em geral, a estrada terá um papel importante no desenvolvimento económico e turístico do Gabão.

O projecto consiste na nova construção de uma estrada com camada betuminosa de cobertura, no oeste do Gabão A estrada começará em Port Gentil, a capital da província de Ogooué-Martime, passando ao longo do Oceano Atlântico em direcção ao sul, e terminará em Omboue, O comprimento do troço de estrada a ser construído será de 90.953 quilómetros, o comprimento da conexão adicional para Omboué será de 2,732 km. Além dos 28 cruzamentos, deverão que ser construídas 157 obras de arte.

Serviços

Neste projecto, a GAUFF Engineering assume o controlo de todos os fornecimentos e serviços a realizar pela empresa de construção "China Road and Bridge Corporation“ (CRBC)" contratada pelo Ministério para promoção do investimento, construção, transporte, aldeamento e turismo. Os nossos serviços detalhadamente:

- Serviços de planeamento e consultoria

- Engenharia

  • Avaliação do estado real
  • Verificação do planeamento do anteprojecto e do planeamento preliminar
  • Verificação do planeamento de execução
  • Controlo do plano de gestão ambiental

- Direcção de obras:

  • Fiscalização, controlo e inspecção dos trabalhos de execução no local
  • Vigilância do cumprimento do plano de gestão ambiental
  • Controlo da qualidade dos trabalhos executados
  • Controlo dos custos
  • Verificação dos desenhos “as-built”