Reabilitação rodoviária em Angola - „Kwanza Sul“

Projecto: Reabilitação rodoviária na província angolana do Kwanza Sul

Informações básicas

Somente dez porcento dos 56.000 quilómetros de estradas angolanas são asfaltados. Devido à guerra civil (1975 - 2002) quase todas as estradas asfaltadas estão danificadas ou impraticáveis, estando nesse estado 75% das estradas não asfaltadas, sendo que durante esse período foram destruídos dois terços de todas as pontes. Circular pelo interior do país com alguma segurança rodoviária era e ainda é difícil. Aplicando um extenso programa de reabilitação e construção, o governo de Angola, de 2002 até fins de 2008, construiu aproximadamente 5.300 quilómetros de novas estradas e até 2011 deverão ser construídos 14.000 quilómetros. Responsável pelo planeamento rodoviário em Angola é o „Instituto Nacional de Estradas de Angola“, abreviadamente INEA.

Projecto

O projecto "Construção rodoviária no Kwanza Sul" é o mais extenso projecto de infra-estruturas que até agora foi adjudicado à GAUFF Engineering em Angola.  Ele integra a reabilitação das seguintes estradas e troços:

1. Sumbe – Seles – Conda – Gabela (km 27) Extensão: 146 quilómetros
2. Seles – Amboiva – Cassongue (Cruzamento) Extensão: 152 quilómetros
3. Condé – Ebo Extensão: 22 quilómetros
4. Gabela – Quilenda Extensão: 30 quilómetros
Extensão total: 427 quilómetros

Para a execução das obras é aproveitada quase toda a fundação da estrada. Está prevista a implementação de medidas especiais para evitar a erosão no caso de cortes no traçado da estrada.

Serviços

  • Serviços de consultadoria e engenharia
  • Fiscalização, controlo e inspecção das obras
  • Gestão das obras