Programa "Scaling Solar" na Etiópia

Contrato: Assessoria técnica para o desenvolvimento e licitação de usinas fotovoltaicas com capacidade total instalada de até 250 MWca

Informações básicas

O objectivo do programa "Scaling Solar" do Banco Mundial consiste em possibilitar a rápida implantação de usinas fotovoltaicas competitivas no mercado da África Subsaariana. Consequentemente, a Ethiopian Electric Power (EEP) encarregou, no âmbito do Growth and Transformation Plan II, a International Finance Corporation (IFC, World Bank Group) do desenvolvimento de usinas de energia solar com uma capacidade total de 500 MW.

Ao aderir ao programa "Scaling Solar", a Etiópia deu um passo decisivo rumo à diversificação do abastecimento de energia com energias renováveis. Apesar disso, as tecnologias como a energia solar e a energia eólica contribuem ainda parcamente para o abastecimento de energia. Hoje em dia, aproximadamente 70 % da energia eléctrica é gerada pela hidroenergia, porém, continua ainda a faltar na Etiópia um total de cerca de 500 MW de capacidade instalada para cobrir as necessidades de energia eléctrica.

Projecto

O consórcio Suntrace. /. GAUFF Engineering Power International assumiu, neste projecto progressista ao lado da IFC, juntamente com parceiros locais, a assessoria técnica para o desenvolvimento e licitação de usinas fotovoltaicas com capacidade total de até 250 MWca.

O projecto foi dividido em quatro fases:

Fase 1: Planeamento e análises no local 

Fase 2: Preparação e exames detalhados da localização

Fase 3: Preparação do processo de adjudicação

Fase 4: Processo de adjudicação e atribuição de mandato aos investidores

Serviços

  • Levantamento local das localizações do projecto pré-seleccionadas
  • Estudos detalhados nas seguintes áreas:  topografia, geotecnia, hidrologia, sismologia, ligação à rede, infra-estruturas, sustentabilidade ambiental e social
  • Aconselhamento em matéria de localizações
  • Planeamento da ligação à rede e configuração da usina
  • Verificação das condições de ligação à rede
  • Documentação dos valores-limite técnicos como parte integrante dos contratos de aquisição de energia (CAE)
  • Descrição dos resultados globais do estudo da sustentabilidade ambiental e social
  • Adaptação da documentação do concurso e dos contratos-tipo
  • Avaliação da pré-qualificação técnica e das ofertas
  • Colaboração no processo de negociação entre operadores de rede e investidores